20070912

Mas o que é isto?


"
O Primeiro-ministro, sete ministros e 13 secretários de Estado estão hoje a distribuir cerca de dois mil computadores portáteis a professores e alunos em estabelecimentos de ensino de todo o país. Sócrates considera esta medida como “uma das mais emblemáticas do Plano Tecnológico” e “absolutamente fundamental para melhorar e modernizar o sistema de ensino”." (Recortes de Imprensa do SPGL/Correio da Manhã)
Aproveito para dizer que na escola onde trabalha uma pessoa que conheço há, este ano, uma turma a menos no 5º ano. Assim, as quatro turmas existentes têm em média cerca de 22/23 alunos e "integram" vários alunos com Necessidades Educativas Especiais (2, 3, 4 ou 5 alunos).
Já não há turmas reduzidas. Muitos dos alunos com NEE (nem sei se a maioria, comparativamente ao ano passado) já não são abrangidos pelo Dec. Lei 319/91. Não porque não precisem ou não tenham direito mas sim porque deixaram de ser alvo de atenção especial.
É assim que o Sinistro Mor vem cantar de Galo ... E é com um punhado de computadores que quer calar o povo. Até é possível que consiga. A mim é que não me cala enquanto puder dizer o que penso.

Nota: a "pessoa" ainda não sabe a média exacta mas supõe que poderá ser superior a 22/23 por turma.

3 comentários:

cris disse...

acabei de ler um mail sobre os pc do PM. Se se fizerem as contitas.... mais valia ir ao Banco e pagar o pc em 120 meses como anunciam num.... que malvadez esta.... Tou indecisa se faço post se mando em comentário... Isto deve ser das horas... Vou postá-lo algures. espreita lá e diz o que achas...


Hasta la bista e obrigada por teres sido a minha bússola ;)


Toupeirinha

Moriae disse...

minha querida, "posta" aqui e onde desejares :)! quanto a esse negócio, é para gente burra e ao que consta, são aos milhares!
Desculpem meus senhores .... Francamente.... dois dedos de testa e vê-se logo!

Paula Barros disse...

A educação é, como a saúde, dois dosa mais importantes pilares da medição da qualidade de vida de um país.
Qualidade de vida não coincide com dados económicos, basta dizer que nas publicações feitas pela ONU, nestes dois tipos de ranking a bem dizer nenhum país mantém a mesma posição. Quer isto dizer que um país pode ter uma boa nota no 'desempenho económico' e estar bem atrás no ranking no que diz respeito à qualidade de vida.
O nosso governo - não só este - têm sempre na boca a União Europeia, os objectivos'económicos' que a seu ver têm sido sucessivamente atingido.
A educação e a saúde têm a ver com qualidade de vida e não com metas económicas. Todos sabemos a situação em que secontram...22 ministros (?!) a inaugurarem o ano lectivo foi um dos maiores 'show off' a que assisti até agora. Sabemos que não são 200 computadores que fazem a primavera....vamos esperar para ver.
Agora pergunto: Quantos ministros vão estar presentes na Caixa Geral de Aposentações quando o Decreto-Lei aprovado a 31/8/07 - do qual não conhecemos o conteúdo, note-se-, começar a ser aplicado, mostrando o empenho e o sentido de Honra do Governo para que na saúde em geral e na política das aposentações em particular, se possam fazer comparações honrosas com o que se passa na União Europeia,e, decerto o 1º Ministro possa afirmar ao país que, finalmente nesta área, como na educação a VERGONHA acabou .
Obrigada por terem lido

Paula Barros