20071214

Enorme desrespeito


«"Há quem queira visibilidade à custa de dados não-verdadeiros e não confirmados"

Visivelmente irritada com a insistência dos jornalistas, Maria de Lurdes Rodrigues afirmou desconhecer a referida linha telefónica, cujos resultados desvalorizou, atribuindo-os a uma associação que quer visibilidade.

"Isso não me diz nada", disse.

A governante deixou entender que os dados divulgados pela Linha "SOS-professor" - que indicam uma subida de actos de violência no primeiro trimestre lectivo - não são credíveis por não serem confirmados pelas escolas.»

3 comentários:

Margarida Az disse...

"Linha SOS Professor garante veracidade de todas as chamadas mas nega aumento de casos de violência" disponível em http://www.destak.pt/artigos.php?art=6547

prof disse...

E então as aulas de substituição e tantas outras coisas inventadas por aqueles crâneos que, segundo a senhora, já são bem aceites por todos e têm dado bons resultados são credíveis? Se eles nem têm os dados das escolas, nem os querem saber, como é que podem fazer tantas afirmações sem que seja possível comprová-las?

Margarida Az disse...

Têm podido fazer as afirmações todas porque levam a peito a velha máxima que caracteriza os portugueses como almas de brandos costumes. Não partilho, obviamente, essa perspectiva porque nem todos somos carneiros de matadouro. Em contrapartida, penso que a maioria dos portugueses já vendeu a sua alma há muito tempo.