20071211

Ironias e pormenores do (des)governo português

Imagem extraída daqui (sublinhado e corte e costura meu)

Na minha perspectiva os nossos dinheiros estão a ser muito mal gastos … Ora o Estado, com o nosso dinheiro, financia a CONFAP mas …

“(…) Desde Outubro deste ano que oito crianças da Escola EB 1 de S. Tomé, em Paranhos, no Porto, se vêem privadas do apoio da APPACDM (Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental), alegadamente, porque o Estado não renovou o subsídio anual a esta associação. “

“Em Junho, os pais terão sido informados da possibilidade de a Segurança Social não renovar o subsídio anual de 10 mil euros à Associação.” (in educare. pt )

É justo?


Fonte: o arguto e atento Paulo Guinote em As Contas de 2006 da Confap

2 comentários:

Pata Negra disse...

Como é que é?! O Estado subsidia associações para elas subsidiarem as escolas?! Ou percebi mal?!

Moriae disse...

nop ... nós subsidiamos o ME, o ME põe e dispõe e em vez de gerir de forma justa, empata nos 'albinos' ...
Já viste isto? E as crianças sem apoio e os Direitos Humanos em causa, e a Lei de Bases esquecida e a legislação pontapeada ...
Uma tristeza total e completa!