20080317

Um apelo da Elsie

Moriae,
Depois de ler (leitura muito a correr, confesso!) a carta aberta do movimento escola pública parece-me ainda muito concentrada em nós como professores. Sejamos claros, isso não interessa rigorosamente nada aos encarregados de educação. Não lhes interessa as nossas razões. Continuo a bater na mesma tecla. É necessário chamá-los pelo que toca aos seus educandos, pelo que lhes toca a eles directamente. Por isso continuo a insistir que os EE devem ser informados dos pontos mais gritantes, para que se desmonte, pouco a pouco, o discurso demagógico do ME.
Se quiser postar este apelo pode fazê-lo como está. Pode ser que alguém queira pegar na ideia e fazer algo mais concreto
Um abraço
Elsie

3 comentários:

rendadebilros disse...

Os Encarregados de Educação ainda não sentem na pele os feitos desta legislação ... só quando o começarem a sentir , compreenderão...

Moriae
Escrevi no Arrastão o que sinto: continuam muitos a atacar os professores por um ou outro episódio - parece que o mais recente é o da jovem óptima a Matemática que anulou a matrícula por incompatibilidade com a Professora. Incompatibilidade é que está escrito no sapo ou sol on line... mas logo deduziu muito boa gente que a professora não presta... e uma pessoa parece que tem que passar a vida a desculpar-se de ser professor/a... porque não arranjaram ninguém mais para bode expiatório do que se passa neste país... podemos agradecer a situação actual de humilhação ao Governo e ME...

Um abraço.

Moriae disse...

Renda de Bilros,

parece que vai acontecer aos Pais aquilo que aconteceu com os professores. Demoraram mas perceberam e uniram-se em esforço conjunto. Para ser franca, já tinha perdido a esperança mas felizmente, estava enganada.

Oxalá, então, se apercebam do significado trágico de todas estas políticas antes que seja demasiado tarde ...

Abraço,
M.

Anónimo disse...

os politicos estão a mais porque sofrem de dementia praecox