20080423

Mas que grande entendimento …

Directores até Maio de 2009
  1. O decreto-lei, que entra hoje em vigor, dá às escolas 30 dias úteis para que desencadeiem a eleição do conselho geral.
  2. Porém, no entendimento alcançado recentemente com os sindicatos, o ministério admitiu que esse prazo pode ser estendido até 30 de Setembro.
  3. E os sindicatos querem que as escolas tirem o máximo partido dessa concessão.
  4. O calendário estipulado no diploma prevê que, até final de Maio de 2009, estejam concluídas todas as etapas do processo, incluindo a alteração dos regulamentos internos dos estabelecimentos e a eleição do primeiro director.

[POSSIBILIDADE DE APELO:] O secretário-geral da Federação Nacional dos Professores, Mário Nogueira, disse ao DN que a plataforma sindical pode "apelar" aos docentes para que não se candidatem aos conselhos gerais transitórios dos seus estabelecimentos de ensino, como forma de protesto contra o regime de autonomia e gestão das escolas, publicado ontem em Diário da República.

[PARECER DE MÁRIO NOGUEIRA:] "A recusa da candidatura ao conselho geral seria, no entender do sindicalista, uma forma de luta eficiente: "Esta estrutura terá sete professores. Se estes não se candidatarem, dificilmente existirá quórum. E acredito que se isso acontecer, outros parceiros educativos vão seguir o exemplo", antecipou. Porém, a prioridade dos sindicatos é que "nenhuma medida prevista no diploma seja aplicada este ano lectivo nas escolas".

FONTE: DN Online

2 comentários:

Kaotica disse...

Boa, Mário Nogueira, grande ideia, a Ministra vai adorar essa dos professores sindicalizados e politicamente conscientes (os que forem na tua conversa) não se candidatarem ao conselho geral. Isso vai-lhes dar imenso jeito, não terem lá gente dessa a impedir que se faça toda a casta de negociata com os parceiros (trapaceiros) que lá estiverem (pais, autarcas, empresas, igreja). Deixem ir para lá os outros, aqueles que dizem sim ao senhor director, sim ao senhor vereador, sim ao senhor padre cura e sim aos albinos pais dos pais, eles até lhe hão-de agradecer todos e a ministra também talvez, se estiver bem disposta, o que é raro!

Moriae disse...

É realmente ridículo ... Porque não assumem que estão de férias até Julho de 2009???