20080602

'É do regulamento ser viçoso quando a seiva crepita nas nervuras'


Se com flores se fizeram revoluções que linda revolução daria este canteiro!
................................................... Maria José (em A sinistra Ministra, 2 de Junho de 2008)


Quando o clarim do sol toca a matinas
ei-las que emergem do nocturno sono
e as brandas, tenras hastes se perfilam.
Estão fardadas de verde clorofila,
botões vermelhos, faixas amarelas,
penachos brancos que se balanceiam
em mesuras que a aragem determina.
É do regulamento ser viçoso
quando a seiva crepita nas nervuras
e frenética ascende aos altos vértices.

São flores e, como flores, abrem corolas
na memória dos homens.

[...]

António Gedeão citado pela Maria José

4 comentários:

Maria José disse...

Acabado de sair do "forno":


Ó rama, ó que linda rama
Ó rama deste pinheiro,
Nós ‘tamos p´los cabelos
C’ o totó do “inginheiro”.

C’ o totó do “inginheiro”,
Ele e tod’á comitiva,
Porque este desgoverno
É uma cois’ aflitiva.


Ó rama, ó que linda rama
Ó rama deste salgueiro,
Nós já não o suportamos
Ao totó do “inginheiro”.

Ao totó do “inginheiro”
A ele e sus muchachos,
Estão todos agarradinhos
Cada um ao seu tacho.



Ó rama, ó que linda rama
Ó rama deste loureiro,
Os ricos cada vez mais ricos
E os pobres sem dinheiro.


Ó rama, ó que linda rama
Ó rama do olival,
Eu tenho cá pr’a mim
Qu’isto vai acabar mal.



Ó rama, ó que linda rama
Ó rama do castanheiro,
Porque não se vai embora
O totó do “inginheiro”?


Ó rama, ó que linda rama
Ó rama deste cipreste,
Olhando p’ró desgoverno
Não há lá ninguém que preste.




Ó rama, ó que linda rama
Ó rama do pessegueiro,
Não ir p’rá Patagónia
O totó do “inginheiro”!


Ó rama, ó que linda rama
Ó rama desta faia,
O totó do “inginheiro”
Ele e os da sua laia!

Amúsica? Todos a sabem de cor!

Moriae disse...

FANTÁSTICA VEIA!

Merece uma ilustração à maneira! Vou sonhar sobre isso!

E há que fazer algo sobre o homem do pão de ló (o boss mor dos paus mandados ...) eheheh ;)

bjinho e obrigada novamente!

Maria José disse...

Surgiu depois:

Ó rama, ó que linda rama
Ó rama deste chaparro,
Eu mandava-lhes por mail
Um macito de cigarros.
LOL!

Moriae disse...

A calhar ... e até há uns que parece que fazem 'BUUUMMNMMM' ;)