20080907

Deixem as crianças brincar


"É urgente respeitar o brincar das crianças e reabilitar o sentido da actividade lúdica". Este é o alerta de uma investigadora da Universidade do Porto que deixa algumas propostas para as crianças descansarem do trabalho da "sala de aula".

"Os adultos querem as crianças ocupadas e esquecem-se de que as crianças que frequentam o 1º ciclo são muito pequenas, que estiveram toda a manhã ou toda a tarde a trabalhar na sala de aula, cumprindo o seu ofício de estudantes, e que precisam de descansar", sublinhou.

"Estas medidas não podem partir só das necessidades dos pais. Têm de partir das necessidades e da felicidade das próprias crianças para que não se corra o risco de acabar de uma vez por todas com a infância", rematou.” in, Expresso

Sem conhecer na totalidade as propostas desta investigadora eu diria que é urgente retirar as crianças das salas de aula. O conceito de escola a tempo inteiro força-as a longas permanências dentro de quatro paredes. As crianças precisam de espaço para correr, saltar, inventar. Crianças de 6 anos com horários das 9 às 5 [na realidade das 7h às 19h, em muitos casos] como qualquer burocrata. As crianças precisam de actividades físicas – e aqui discordo da playstation-, de experimentar sons, de ter espaços de liberdade criativa.

2 comentários:

Tiago Soares Carneiro disse...

Apesar de ter sido expulso deste blog continuo a vir cá com prazer.
Só para dizer:

(((( ALUNO DAS NOVAS OPORTUNIDADES ENTRA EM MEDICINA ))))

Ver mais no Democracia em Portugal.

Abraço
Tiago

Moriae disse...

Não foste expulso do blogue. Às vezes as pessoas desaparecem. Já aconteceu com o pordentro e a porca-da-vila, por razões diferentes. A causa do pordentro ter ´caído' ainda nos é desconhecida a ambos ... No teu caso, nem reparei ... É raro consultar a lista.