20081016

Claro como a água ...

"Espero da Fenprof sentido de responsabilidade, coerência e também alguma lealdade. Eu não ponho a minha assinatura em qualquer papel, nem a ponho para a mandar apagar amanhã. Quando assumo compromissos, assumo mesmo compromissos."
Fonte:Visão apud Paulo Guinote em Maria De Lurdes Rodrigues Contra-Ataca

9 comentários:

Safira disse...

Vão na conversa dos sindicatos vão, e depois digam que são traídos.
O que Mário Nogueira está a ver (porque não é parvo) é que os professores na sua maioria, estão motivados para o dia 15, e como está com medo de não ter "clientes" no dia 8, vem com a conversa que os professores sem sindicatos não são ninguém.

Eu acho (espero não ter razão) que eles sindicatos, se preparam para mais uma negociata de entendimento, após a manifestação do dia 8. Abram os olhos professores. Não se deixem enganar mais uma vez.

Dia 15 de Novembro, todos a Lisboa ao Marquês!

Anónimo disse...

MLR espera lealdade da Fenprof! Que lealdade? A lealdade de controlar os professores? A lealdade de os conseguir demover das suas intenções? A lealdade de os obrigar a fazer o que a Senhora manda? A lealdade de enganar os Professores com Entendimentos? A lealdade de fazer crer que as reuniões acontecem para resolver os problemas práticos dos Professores? Ou MLR espera da Fenprof uma lealdade, eventualmente recíproca, que sirva os interesses políticos de ambas as partes?

Lourenço

Hurtiga disse...

Os sindicatos devem ser leais a quem?
É que 'tou mesmo baralhadinha de todo...

vitor disse...

Para além de irmos exteriorizar o que nos vai na alma no dia 15, alguém me informa como se vai processar o depois?
Conheço os sindicatos e sou muito critica em relação à sua acção, mas quem conhece os movimentos? Eu só conheço um deles e não me agrada.
Alguém conhece as suas posições politicas? Sim porque posições politicas temos todos!
Sabem qual foi a posição deles face aos conselhos transitórios? candidataram-se?
Que tipo de avaliação propõem?

Ze Pedro Santos disse...

O colega Lourenço fala de interesses políticos da FENPROF (cito: "Ou MLR espera da Fenprof uma lealdade, eventualmente recíproca, que sirva os interesses políticos de ambas as partes?"
Mas a que interesses se refere ? Eu, se bem percebo, os interesses da FENPROF e do Mario Nogueira só podem ser derrotar esta política... acabar com este garrote que o PS nos quer apertar. Muito se escreve sobre o facto de ele ser do PCP ... Ok, e se é do PC acham que ele tem alguma combinação com o Socrates e a Lurdes. Tenham juízo.
Ze Pedro Santos

Anónimo disse...

Já viste alguma urtiga que não seja baralhada?

Anónimo disse...

Zé pedro!

Basta estar filiado em partidos diferentes para se quererem derrotar mutuamente, é isso? Ñunca viu acordos políticos?! PS+PC...PS+CDS...PS+PSD...?! Nunca viu militantes de um partido mudarem para outro? Nunca viu fundadores de partidos de direita serem ministros de partidos de esquerda? Então, é natural que não perceba as minhas palavras e que precise de ver para crer! E se calhar, mesmo vendo, nem acredita...

Lourenço

professora disse...

Zé Pedro: A Fenprof quer tirar o garrote que aperta os professores? Se o quisesse, tê-lo-ia feito no ano passado. Era muito, muito fácil. Tinha tudo para o conseguir em três tempos. Em vez disso, assinou um compromisso com a ME, que ela agora vem cobrar, e apertou mais o garrote que cada vez asfixia mais. Agora, só deram sinal de vida depois de nós todos, aqui, começarmos a procurar forma de nos defendermos. A reacção deles foi mais de incómodo do que de outra coisa. Não foram poucos os apelos que daqui, dos Blogs, lhes foram dirigidos para que se juntassem e qual foi a resposta? de demarcação e ataque."tirar o garrote"? Não tem sentido o que diz
DIA 15 EU VOU

Anónimo disse...

Boa viagem