20081004

QUEM ESTÁ DISPOSTO A DIZER NÃO?

Se nos querem avaliar, arranjem outra avaliação!
Este deveria ser o nosso grito de ordem, em uníssono!
Que teremos a perder?
Uma progressão made in "ficções fictícias" de quem anda atrás da cenoura que nunca há-de ser sua?
Um propcesso disciplinar? Mas seriam tantos!
Iríamos parar à prisão? Mas se estão a empurrar os criminosos de lá para fora!
UMA QUESTÃO A PENSAR! A DECIDIR!
E, já agora, fica uma sugestão: escusem comentários de palmeiras a cair... porque elas podem fazer ricochete...

32 comentários:

Nazare disse...

Estou disposta A ISSO. Já no ano lectivo anterior enviei para o Ramiro Marques a minha opinião. Se todos os titulares/avaliadores se recusassem a avaliar...será que colocavam processos disciplinares a todos? E mesmo que o fizessem ficar-nos-ia sempre o sabor do dever cumprido, perante uma avaliação iníqua e inexequível. Mas
se formos poucos não atingiremos o objectivo....

Anónimo disse...

Fico contente pelo regresso.
Quanto ao boicote. É uma boa ideia a recusa em avaliar.
Na minha escola, não irá acontecer. São reuniões e reuniões, registos e registos, acções de formação (excelente para o professor que as dá. Tem sido um bom pé-de-meia, com certeza!). Enfim, só preocupações dado que não querem ser sancionados se não o fizerem!
Ana s.

Pedro Fontela disse...

Já agora porque não começar o processo no infantário?? Enfim... processos de avaliação conduzidos de forma a condicionar os resultados e as estatisticas.

Anónimo disse...

Não sabem o que estao a dizer, alguém se pode recusar a avaliar?

Anónimo disse...

Claro que não podem ou não existem leis neste país. Há que lutar sim mas nunca recusar cumprir as leis da republica.Haja bom senso

Hurtiga disse...

Anónimo das 18:32, e porque não visto ao contrário? Vamos recusar-nos a ser avaliados!

Hurtiga disse...

Olha, olha! Outro anónimo! E a comentar! E logo 5 minutos depois! Não será o mesmo? E logo um anónimo moralizantemente desmoralizador!
Há tantas leis não cumpridas neste país que seria apenas mais uma, não acha?
Olhemos para o que reza a Constituição da República e os atropelos que lhe são feitos!
Já para não falar dos atropelos aos direitos humanos!
E mais daqueles que andam a fumar nos aviões e ninguém os quer punir!
Etc, etc,etc...
E os atropelos à dignidade das crianças da Casa Pia, fundada por PINA Manique?

Anónimo disse...

Preocupa-me a atitude da FENPROF, ao pretender protelar as alterações ao ECD apenas no final deste ano lectivo. O que já leva a FENPROF a tomar decisões contrárias à FNE e à esmagadora maioria dos professores ?

Anónimo disse...

Por acaso nao sou o mesmo, só para dizer que concordo com o hurtiga, porque nao se recusam os professores em serem avaliados em vez de nao quererem que os avaliem? Uma boa sugestao quero ver quem alinha nisso eheheheh

MaisUmaProfessorazeca disse...

Que tal uma história de vida tipo Novas oportunidades?:)

Anónimo disse...

ENCONTRO NO DIA DO PROFESSOR

Amigos,

No próximo dia 5 de Outubro, domingo, festeja-se o dia do professor, O NOSSO DIA!

Anda a organizar-se um encontro não enquadrado por qualquer sindicato ou organização, um encontro de professores no Marquês de Pombal, às 15h. A ideia é mostrar que não estamos a dormir na forma e também não dançamos segundo a música dos sindicatos. Se formos muitos, aparece a Televisão e pergunta o que estamos ali a fazer... E nós vamos dizendo que isto e mais aquilo, consoante quem for interpelado. Se me perguntarem a mim, direi que estou ali para mostrar ao Ministério da Educação que ESTOU MUITO DESCONTENTE: com o ECD, com o estatuto do aluno, com o decreto de gestão escolar, com o processo de avaliação feito entre pares (já repararam que há juízes em causa própria? que muitos dos avaliadores concorrem às mesmas vagas dos que são avaliados??), enfim, que estou ali para dizer que NÃO ESTOU DE ACORDO com as cenas do Sr. Primeiro Ministro a distribuir Magalhães por aí, a prometer quadros electrónicos e outras coisas do género tecnológico....e com a Srª Dª Lurdes a prometer que, não tarda nada não haverá um único chumbo no 9º ano, porque os nossos alunos são do melhor que há...muito estudiosos e educados, só precisam é de compreensão e muitas provas de recuperação...

Bem, se formos muitos, óptimo! Se formos só alguns...vamos descer a Avenida DA LIBERDADE (e como me disse a Júlia) comer um gelado lá em baixo nos RESTAURADORES...

Então, que dizem? VAMOS A ISSO? Era bom, porque se não nos mexermos, isto fica a maior desgraça....

Vossa colega e amiga,
(Vespertina)

Moriae disse...

hurtiga, a ideia é excelente mas os nossos colegas não são capazes. De qquer modo, acho que a ideia deve ser passada. Eu alinho. Não sei quem me vai avaliar qdo voltar à escola mas te garanto que, se não lhe reconhecer competências para isso, não colaborarei i.e. recusarei. Tal, é-me natural. Detesto injustiças e incompetência a trole....

quanto a esta coisa do 5 de Outubro, é uma treta mas ok... é mais fácil andar de treta em treta do que tomar atitudes.

Bjo querida amiga!

Moriae disse...

Em resumo, foi a melhor ideia que li/ouvi até hoje!!!

ramiro disse...

Moriae! Que bom, o Sinistra ter regressado ao convívio de todos.
Obrigado.

Moriae disse...

Ramiro, foi um erro meu sem me ter apercebido ... umas horitas sim, fechei - mas o resto foi sem querer!!!!

Obrigada eu ... Enorme abraço solidário! Tu é que és imparável!!! Parabéns mesmo :)

Anónimo disse...

Avaliar a moriae deve ser realmente dificil porque nao se vao encontrar avaliadores competentes para ela. Por isso certamente nao irá ser avaliada.

madr disse...

Recebi há pouco por SMS "Atenção às escolas que estão a recusar a aplicação deste modelo de avaliação, nomeadamente as aulas assistidas - por exemplo Escola Rainha Dona Leonor, Maria Amália e muitas outras, de norte a sul do país! Domingo às 15 horas no Marquês de Pombal, grandiosa manifestação de professores. Vamos ultrapassar os 100 000. Não faltes! É a nossa grande oportunidade. Passa palavra"
Como essa idea já me tinha ocorrido eu vou.

Moriae disse...

anónimo das 0:21,

realmente começa a ser verdade porque infelizmente este sistema está a fazer com que os bons/competentes saiam ou terminem.

Hurtiga disse...

Moriae, a latilha ladra e a quanto à caravana, cá vai ela!

Hurtiga disse...

*Matilha, é claro!

madr disse...

Estou numa acção de formação sobre a avaliação (a generalista que eu não vou avaliar ninguém) e já me "peguei" com a formadora. Quando ela disse que até agora não havia avaliação e que tudo "passava" (tipo automático)até me "passei", é que eu conheço duas colegas que não passaram de escalão, não fizeram formações nem o relatório, por isso não me venham dizer que era uma farsa o modelo anterior. Como nunca fui delegada sindical, nem directora de escola nem tive qualquer cargo que me dipensasse das acções de formação e/ou do relatório, sempre fiz o que a lei (ECD) me exigia, muitas das vezes com bastante sacrifício da minha vida pessoal e familiar(acções que terminavam às 22h/23h) relatórios e avaliações das mesmas feitos fora de horas em casa.
Ao longo destes 25 anos de carreira sempre me senti igual aos restantes colegas de profissão, sempre fiz, o melhor que podia e sabia, o que me era exigido: cumprir o programa do currículo nacional, exactamente como todos nós, por isso nunca senti que fosse um "desprestígio" sermos igualmente classificados. Se o fazemos mal então ensinem-nos a melhorar o nosso desempenho em vez dos nos penalizarem por isso.

Moriae disse...

Madr,

relativamente ao que escreveu às 0:29, desejo-lhe o melhor mas não creio na eficácia deste movimento tão em cima do joelho. Cá para mim, convém aos sindicatos que os professores andem por aí a tentar manifestar-se sem crédito ou apoio. Todos sabemos que o 8 de Março não acontecia sem blogues, sms e sindicatos (que se juntaram posteriormente mas que têm peso efectivamente nem que pela máquina que estão habituados a manobrar).

Tal como esta greve do dia 1, não creio nesta organização para dia 5.

Sobre o que diz no último comentário, subscrevo ... de todo...

Abraço solidário!
M.

madr disse...

Ainda na formação, e a propósito da proposta aqui avançada, a formadora (com quem me "peguei" logo no 1º dia) que também vai ser avaliadora (claro) referiu que um dos problemas que está a surgir é esse mesmo, o de alguns colegas se recusarem a ser avaliados. Por acaso era giro. Comigo vai ser difícil pois tenho uma relação bastante próxima com a minha avaliadora, conheci-a há cerca de 20 anos, quando estava grávida, mais tarde licenciámo-nos juntas, ia ser complicado para mim lixar-lhe assim a vida (a carreira não, porque ela já está no 10º escalão e espera reformar-se em breve).

Moriae disse...

Madr,

no meu caso, seria avaliada por um colega de outro grupo ...

Anónimo disse...

Esta gente esta mesmo nervosa, eheheheh

Anónimo disse...

Mas porque só olham para a avaliação como uma maneira de lixar o outro? Isto é uma classe e peras.

Anónimo disse...

Mas porque só olham para a avaliação como uma maneira de lixar o outro? Isto é uma classe e peras.

Anónimo disse...

A hurtiga e moriae se fossem titulares e avaliadoras nao falavam assim.

Moriae disse...

chegou o Jesus que tudo sabe ... não tente tirar nabos da púcara senhor ...

Anónimo disse...

Deve esta a ver-se ao espelho.

Hurtiga disse...

Quem anda aqui nervozinho, quem é?
Eu 'tou que nem posso... grrrr...toda a tremer que nem varas verdes... grrrr...!

Anónimo disse...

Eu não sou de certeza amiga e colega.