20081106

PAROLES

"De seguida, os professores e educadores presentes deslocar-se-ão, em manifestação, para os Restauradores onde, no final, será posta à votação a Moção que, sendo aprovada, será enviada a todas as entidades e órgãos de soberania que se entenderem adequados, sublinha uma nota divulgada pela Plataforma Sindical dos Professores."
Pode ler-se num dos cartazes divulgadores da manif. de 8 de Novembro.
COMO É QUE FOI DA OUTRA VEZ? DEIXA CÁ VER SE M'ALEMBRA... ELA ATÉ TINHA DE SAIR NEM QUE FOSSE DE... COM'É QUE SE CHAMA AQUILO? POIS... ISSO!



Imagens dos bastidores do mal cozinhado

6 comentários:

Safira disse...

Mau! Já não percebo nada! Então a manifestação agora é a subir a Av. da Liberdade? Está tudo maluco ou quê? Se a descer já é um custo, imagina só a subir?? Isto é para quem vai dia 8, que eu cá não vou em cantigas e só estarei lá dia 15.

Abraço,

Safira

Hurtiga disse...

Safira,
pois, pelos vistos ainda estão a fixar o percurso... Eu também não estarei presente, mas desjo que a manifestação do dia 8, já que vai existir, que ajude a pôr cobro a este despautério. Que os sindicatos não roam a corda como da outra vez e saibam manter o fogo aceso.

E que os colegas que possam estar presentes no dia 15 o façam. Estaremos lá libertos de quaisquer amarras!

Abraço

H.

Maria Branco disse...

A Manifestação foi marcada pela Fenprof (7 sindicatos) e Plataforma que são mais 11 Sindicatos, tiveram que chegar a um acordo. Passou para a Alameda da Cidade Universitária e à última hora e depois dos novos catazes feitos retiram a autorização. Como a FNE quer um Plenário antes do desfile tinhamos que ir para um local amplo e novamente participar às autoridades. Só hoje tivemos a confirmação do percurso possível, uma vez que já temos 700 camionetes para virem para Lisboa. A previsão é que haverá mais participantes que em Março, pois para já camionetes são mais 60 (nºs de ontem)

Estas confusões não são provocadas pelos sindicatos, mas parece que querem boicotar a nossa manifestação, mas nós não deixamos e vamos lá estar Sábado todos Unidos mostrar que não queremos estas Políticas, não queremos Acordos e que QUEREMOS SER PROFESSORES.

Hurtiga disse...

Maria,
só é pena que essa coisa dos "Acordos" seja de agora...
Há oito meses atrás tinha sido no tempo certo...

:S

Safira disse...

Expliquem-me (como se eu tivesse 4 anos) porque razão os sindicatos andam sempre a reboque da FNE? Não são eles sempre os primeiros a roer a corda? Eu até pensava que a Fenprof tinha mais sócios que a FNE, mas se calhar estou enganada... Mas porque será??

Margarida disse...

Maria Branco, pessoa sem nome na 'troposfera' e naturalmente na vida real, ... aproveite o peito inchado .. porque durante algum tempo nem se vai lembrar de outra coisa. Quanto a ser professora, espero bem que os meus descendentes não 'lhe passem pelas mãos'.