20071013

A actual caça às bruxas em Portugal: durante o governo de Sócrates já foram processados 22 sindicalistas

Ofensiva do governo xuxialista de Sócrates contra o movimento sindical

Durante a vigência do Governo Sócrates já foram processados 22 sindicalistas. Por motivos vários, de entre os quais se destaca a organização de protestos, considerados ilegais, até acusações mais ou menos esotéricas como a de «desobediência qualificada»!!!


O secretário geral da CGTP, a maior e a mais importante confederação sindical portuguesa, denuncia o "ataque sistemático" ao movimento sindical por parte do actual Governo.

Carvalho da Silva anunciou um memorando com todos os casos de "abusos da autoridade sobre os sindicatos", em que se encontram visitas a sedes sindicais, assim como os 22 processos crime abertos contra dirigentes sindicais ao longo o tempo de vigência do actual Governo xuxialista de Sócrates


Note-se que até os partidos mais direitistas do espectro partidário, entre os quais o PSD, partido a que Sócrates esteve vinculado nos tempos da sua juventude, consideram que as conclusões do inquérito preliminar da Inspecção-Geral da Administração Interna (IGAI) ao caso da Covilhã não permitem apurar a responsabilidade política da actuação da polícia no caso pendente: "O ponto essencial para o PSD é a responsabilidade política: criou-se um clima de intimidação, de limitação das liberdades e isso está a autorizar os quadros dirigentes a, por excesso de zelo, tomarem medidas de conteúdo político-administrativo", sublinhou o deputado social-democrata Paulo Rangel.

Por sua vez, para Francisco Louçã, dirigente do Bloco da Esquerda, "é preocupante" que o Governo "queira apresentar como corriqueiro um acto anormal" das forças de segurança e defendeu que o ministro das polícias, Rui Pereira deve esclarecer não só a actuação dos agentes da PSP assim como as "motivações políticas".

5 comentários:

Anónimo disse...

Meus caros, não sou católico, mas foi feito um apelo aos católicos hoje em Fátima... REBELIÃO!

Será que percebi mal?

Anónimo disse...

Atenção aos alertas de cagada.
Não serve a ninguém o apelo à rebaldaria. Ou antes, serve, serve ao governo que assim tem toda a legitimidade para libertar os cães. Por mais que considere que o processo democrático está enfermo a alternativa não existe de momento e torna-se extremamente perigoso diria mesmo suicida o apelo à rebelião. Sobretudo porque quem apela é anónimo e não mostra claramente as suas intenções. Estarmos na UE dá-nos algumas garantias (até ver). Ao governo não lhe interessa perder o protagonismo positivo que tanto tenta conseguir; mas caso estale a desordem pública não haverá um único estado membro que não aplauda o Sokretino e as suas medidas de "protecção à propriedade e segurança dos cidadãos" e isso resulta em cargas policiais, atropelo de direitos e inclusivé más decisões judiciais.
Calma, vigilância e acção concertada devem ser os motes dos cidadãos!!!

Moriae disse...

Acho que o apelo era dirigido aos católicos para que dessem uma lição aos outros. Não tenho que defender ninguém mas ... entendi que o primeiro anónimo estava a ser sarcástico.
Quanto a rebelião, não se preocupe segundo anónimo que não será apregoada aqui. Para se ser rebelde tem que se pertencer a um sistema e aqui, apenas brincamos com palavras como por exemplo "rebente-se com esta m... toda e com aqueles m... todos" ou "se o estado faz mal, abula-se o estado".
Enfim, as palavras são sempre ambíguas e os seus autores tb sobretudo se estiverem a representar um personagem.

Anónimo disse...

Volto a repetir que uma figura de altíssimo nível da igreja católica, apostólica e romana fez um apelo que me parece, segundo os últimos acontecimentos, deveria ser considerado "terrorista" e aplicadas as leis em consonância com as "novas protecções" dos Estados Democráticos.

Um reparo: porque será que a Administração Interna não indaga sobre as pretensões de tal declaração? Que irá fazer? Aconselhar os peregrinos a terem mais cuidado com as palavras? Porque razão o sindicato dos profissionais da polícia (SPP) não pede à Direcção Nacional da PSP para instaurarem um processo com o supra-sumo que fez tais declarações?

Fátima - Vinho - Futebol !!! VIVA!!

(já agora qual é o resultado?)

Tudo dentro dos cánones... é assim mesmo.

Lembro-me que antes do 11 de Setembro de 2001 os movimentos anti-globalização estavam de longe a concentrar nas ruas um mal-estar consequente às políticas neo-liberais... TODA A GENTE SE ESQUECEU DE TUDO ISSO?

O 11 de Setembro deu jeito ao sistema securitário dos instalados? Parece que sim. Bem como deu jeito a diversos sistemas implementados ao longo da História.

Há algo de repetitivo no discurso e nas acções... estamos como estamos

Moriae disse...

O Correio da Manhã deu-lhe um bom destaque! "Rebeliãooooooooooo" ;)