20080417

Rojões sindicalizados à moda da Lurdes

Só o meu lado Cassandra ainda me leva a apoiar a Moriae... não... este é um mau começo... vou escolhr outro início: há muito que não via 100 000 pessoas de todos os quadrantes, e, sobretudo, do quadrante que mais valorizo, o quadrante-daqueles-que-não-são-de-nenhum quadrante, terem percebido que a gota de água que tinha de fazer transbordar o copo o tinha mesmo feito transbordar. Amanhã (hoje) e, tactica, e tacitamente, os Órgãos de Comunicação Social têm andado a disfarçar o facto, um cadáver político irá assinar, com vários zombies patéticos, um acordo de alta traição para com toda uma classe.
Espero, em breve, voltar a ver na rua -- como está numa das sondagens deste espaço -- ainda mais gente, mas desta vez, percebendo que precisa de novas cabeças, novas colunas vertebrais e novos braços, para mexer no espantoso pântano social em que estamos imersos.
O tema dos professores, com que costumo homenagear este espaço, como está no meu dever de fascista -- Heil, Berlusconi!... Heil, mein Sokrates!... Heil, Aníbal!... é apenas um dos pontos de fuga no qual me refugio para colocar cargas de plástico na presente decadência do sentido cívico, e no desmoronar do Estado Iluminista, no qual todos fomos criados, e acreditámos. Falando grosso, quero que o Neo-Liberalismo vá levar no terceiro anel, e o Vítor Constâncio é tão obsceno como a Vénus de Mello, e a Vénus Champalimaud, só que há pouca gente a sabê-lo, e portanto, ou aprendem rapidament, ou fodem-se, o, o, o, o, o, ooooo e o vento lá fora.
Chegou-me, porque as televisões pouco informam -- les voix de leurs maîtres -- que os tais Sindicatos irão celebrar o Matrimónio Civil com a Noiva-Cadáver, a Sinistra, no Conselho Nacional de Educação. Apeteceu-me procurar onde fica, e como não sei as horas, aqui deixo o meu modesto contributo sobre o espaço. Para bom entendedor, meia palavra basta.
Muito boa noite e muito bons sonhos.

12 comentários:

António Duarte disse...

Eu concordei com o entendimento, mas acho pouco: um ponto de partida, nunca um ponto de chegada. Segunda-feira, manifestações na região centro. Espero que os contestatários apareçam todos!

Anónimo disse...

Eu espero que TODOS apareçam!
Inclusive a Ministra pois tendo achado tão positivo o "entendimento" só poderei pensar que a partir de agora tudo correrá "nos carris"...

Anónimo disse...

Tanta porrada que "moi" vai dar...!

Anónimo disse...

Este blog tem como fim primeiro e último confundir e dividir os prof. É lamentável...sobretudo para aqueles que não têm capacidade prória de análise e embarcam nisto!

Moriae disse...

Claro como a água.

Estou a 'minutos' de me des-sindicalizar.

Assim como, não tenciono comparecer em nenhuma manif dessas.

Anónimo, gostei muito de o ler. Volte sempre. E já agora, fique sabendo que há, no mínimo, dois sindicalistas neste blogue.
Venha daí esse abraço!

Paula disse...

Anónimo das 17:14 se aqui voltar: se o entendimento for mesmo uma boa ideia - e a fenprof andou a explicá-lo nas escolas no dia D - então decerto os professores vão rever-se nele e na acção dos sindicatos e tudo correrá bem. O facto de eu discordar (espero que me dê esse direito) não terá muita importância porque eu não disponho de uma máquina de propaganda e portanto os "estragos" que eu fizer serão sempre limitados. Além disso, se os outros professores não souberem pensar pela sua cabeça e forem pensar pela minha, então estamos perdidos, com entendimento ou sem ele. Certamente que eu difundo as minhas ideias, como imagino fará decerto com as suas, a não ser que seja uma pessoa deveras reservada, mas também, se eu não disser aquilo que penso, QUE RAIO QUER VOCÊ QUE EU DIGA? Podia, é certo, calar-me, a bem da unidade da plataforma e etc. e tal, MAS ESSE FOI O ARGUMENTO UTILIZADO DENTRO DA PRÓPRIA PLATAFORMA PARA CALAR AS VOZES DISCORDANTES; com eles resultou, mas comigo não resulta.

Anónimo disse...

Assim é que é falar, Paula. Esse anónimo das 17.14 deve pensar que é um iluminado. Gostei, particularmente daquela passagem que diz " aqueles que não têm capacidade própria de análise e embarcam nisso". Já a ministra, dias antes da manifestação de 8 de Março nos tinha chamado "burros", embora com mais subtileza. Felizmente aparecem estes gajos com capacidade própria de análise para nos esclarecerem. O que seria da educação sem eles?

Anónimo disse...

Assim é que é falar, Paula. Esse anónimo das 17.14 deve pensar que é um iluminado. Gostei, particularmente daquela passagem que diz " aqueles que não têm capacidade própria de análise e embarcam nisso". Já a ministra, dias antes da manifestação de 8 de Março nos tinha chamado "burros", embora com mais subtileza. Felizmente aparecem estes gajos com capacidade própria de análise para nos esclarecerem. O que seria da educação sem eles?

Anónimo disse...

A maioria dos estudantes já aprendeu mais da vida do que muitos professores como esta notícia comprova

http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=89407
Eles sabem que o mundo exige competência e rigor, empenho e determinação, já não vão em cantigas!

Anónimo disse...

Ao Anónimo das 17:14 de 17 Abril... a sua "propaganda" tem em vista dividir quem? Confundir quem?

O que é lamentável é que venha aqui dizer anonimamente tal coisa. Mais lamentável é você dizer "sobretudo" que aqueles que não têm capacidade (?) própria de análise e embarcam nisto? O Anónimo está embarcado onde? Deve portanto ter um barco qualquer, deduzo. Qual é? É que se pertence à Plataforma do "Entendimento", meu caro já tudo foi dito sobre essa matéria. Parece-me que a falta de capacidade por parte dos sindicatos que assinaram este belo travão está sim em consonância com o que se esperava de quem, obviamente, nestas lides andava. Espanta a decisão, isso sim. Paciência, perderam algo que os transcendeu e o aroma já vinha de 5 de Outubro de 2006, não era? Fizeram tábua rasa do descontentamente. O buraco negro surgiu a 8 de Março e eis que... vamos mas é resolver isto já pois os controleiros aperceberam-se que a força que saiu com vocês também à rua era de longe e de sempre a maior de sempre.

Explique porque não aproveitaram?
Não precisa explicar, esqueça.

Este blog não divide professores, pelo contrário, escuta-os. Não tem pretensões nenhumas de Poder.

Há uma grande diferença.

É um veículo de expressão, de liberdade de expressão. Limite-se a manter a conversa nesse campo, tudo o resto é propaganda. As pessoas estão fartas de propaganda. As coisas aqui são reais. Apesar da necessária defesa constante no seu final... por razões óbvias.

Lamento não conseguir fazer login mas acredite se quiser.
antónio josé

Anónimo disse...

Quem comenta?
(...) Ora, homem sensato desconfia quando há tanta pressa de correr para a televisão a dizer que se ganhou e ainda por cima em grande. Homem sensato sabe como funcionam o PCP e os sindicatos, sabe como eles estavam num beco sem saída criado pela sua própria vitória. Depois de contribuírem para a gigantesca manifestação sabiam que não podiam dar continuidade à "luta" com uma greve e tinham que recuar. Homem sensato sabe que, por muito sucesso que a luta dos professores tenha tido, e teve, a seguir à manifestação viria um refluxo¹, como veio. Sabe o homem sensato e sabem melhor do que ele os sindicalistas profissionais. Homem sensato e com memória já viu muitas vezes como, para os comunistas e os seus sindicalistas, o mais importante não são os anéis, são os dedos. (...) Um precisava de parecer que ganhava e o outro de parecer que cedia. Foi por isso que, de repente, se chegou a um acordo que, pelos vistos, os "professores", citados pelos jornais, entendem como uma derrota e não como a "grande vitória". Percebe-se porquê: os professores que se manifestavam não queriam, na sua esmagadora maioria, nenhuma avaliação de desempenho, e vai continuar a haver avaliação. Eles sabem disso, os sindicatos sabem disso, a ministra sabe disso, o resto é coreografia.»
José Pacheco Pereira, A lógica dos sindicatos e a lógica dos professores (na Sábado)

Laurentina disse...

Mandem essa gentinha á espiga e tratemos de sarnar mas é a paciência a estes troca tintas, seguidistas, lambe botas etc, etc.
Os deputados do Partido Socialista inviabilizaram na Assembleia da
República várias resoluções que, de forma sensata, propunham a suspensão da avaliação de desempenho dos professores. Muitos destes
deputados são ou foram professores e por isso mesmo têm responsabilidades acrescidas nesta matéria.

Aqui fica o desafio:
Escolham os deputados professores do Partido Socialista do seu círculo eleitoral e envie-lhes uma mensagem.
Contem-lhes o que se está a passar nas escolas em matéria de avaliação de desempenho.
Sugiro ainda que lhes pergunte se sabem o que se está a passar nas escolas onde exerceram a profissão. Sejam criativo e ousados.

Aqui ficam os endereços electrónicos dos deputados professores e
professoras do Partido Socialista, por círculo eleitoral:

Porto
Agostinho Gonçalves
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=473&leg=X
Alcídia Lopes
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=494&leg=X

Açores
Luiz Fagundes Duarte
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=9&leg=X
Renato Leal
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=461&leg=X

Aveiro
João Bernardo
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=464&leg=X
Rosa Maria Albernaz
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=12&leg=X

Braga
António José Seguro
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=260&leg=X
Isabel Coutinho
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=429&leg=X
Manuel Mota
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=466&leg=X
Ricardo Gonçalves
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=27&leg=X

Bragança
Mota Andrade
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=28&leg=X

Coimbra
Horácio Antunes
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=432&leg=X
Matilde Sousa Franco
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=431&leg=X
Teresa Portugal
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=433&leg=X

Europa
Maria Carrilho
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=152&leg=X

Évora
Bravo Nico
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=490&leg=X

Faro
Aldemira Pinho
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=436&leg=X
Jovita Ladeira
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=44&leg=X

Guarda
Fernando Cabral
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=343&leg=X

Leiria
Odete João
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=438&leg=X

Lisboa
Celeste Correia
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=67&leg=X
Irene Veloso
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=409&leg=X
Jaime Gama
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=145&leg=X
José Augusto de Carvalho
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=156&leg=X
José Lamego
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=84&leg=X
Pedro Farmhouse
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=440&leg=X

Madeira
Jacinto Serrão
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=462&leg=X
Maria Júlia Caré
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=463&leg=X

Portalegre
Miranda Calha
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=79&leg=X

Porto
Agostinho Gonçalves
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=473&leg=X
Alcídia Lopes
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=494&leg=X

Santarém
Fernanda Asseiceira
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=454&leg=X

Setúbal
Alberto Arons de Carvalho
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=149&leg=X
Maria Manuel Oliveira
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=500&leg=X
Teresa Diniz
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=455&leg=X
Vítor Ramalho
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=166&leg=X


Viana do Castelo
Jorge Fão
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=457&leg=X
Rosalina Martins
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=119&leg=X

Vila Real
Maria Helena Rodrigues
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=482&leg=X

Viseu
Cláudia Couto Vieira
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=459&leg=X
José Junqueiro
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=122&leg=X
Miguel Ginestal
http://www.ps.parlamento.pt/?menu=deputados&id=123&leg=X