20080619

Corta no medicamento e dá-lhe futebol


Imagem: Capa do CM

Para quem precisa de medicamentos e não tem como os pagar o resultado é simples e nem precisa de prognóstico 'pós jogo' . Em resumo:

Processo: morte lenta ou rápida, nunca se sabe.
Resultado: mais tarde ou mais cedo, a morte ...

A técnica é conhecida e foi amplamente divulgada (e praticada) a partir de Salazar: futebol, religião e ... não me lembro da outra. Actualmente há, evidentemente, um role de alternativas muito eficazes mas estas duas mantêm-se à força toda.

9 comentários:

Maria José disse...

Fátima, Fado e Futebol...
Faltava (e falta!) apenas o 4ºF de F***-** (isto tudo!)
:| Fico por aqui que hoje estou muito desbocada... ;)

Moriae disse...

Maria José, há dias para tudo e volta e meia, até faz bem ;-)
Bjinho,
M.

Movimento Escola Pública disse...

pois... e muitas coisa sem inho e inha... saudinha, respeitinho, era o que era preciso

O mesmo é dizer que a verdadeira Saúde (incluindo a sexual, ó homónima, que passa por outras letras, já agora) e o real respeito - aquele, o dos Direitos Humanos, que agora tanto incomoda, entre Retorno compulsivbp de migrantes e esmagamento dos laborantes com horas de trabalho sem fim e sem princípios, anão ser os que em mercado se arvoraram.

Movimento Escola Pública disse...

já agora, sou a Maria José Vitorino, por isso aquilo da homónima, hoje em travesti de Movimento (piquetes no blog, sabeis como é)

Movimento Escola Pública disse...

já agora, sou a Maria José Vitorino, por isso aquilo da homónima, hoje em travesti de Movimento (piquetes no blog, sabeis como é)

Moriae disse...

Maria José Vitorino, não percebi o que pretendeu dizer. Aliás .... nem sabia que pertencia ao MEP.

Posso ajudar 'nalguma coisinha'?
Moriae/A Sinistra Ministra/ETC

Moriae disse...

já percebi alguma coisa...

Há uns dias, éramos mais e agora somos menos mas não faz mal porque ... estamos onde queremos.

Maria José disse...

Eu também já tinha lido e não tinha percebido... Comecei por pensar que era alguém "desaparafusado" do miolo (sabe-se lá se à conta de bolo-rei)(ou de algum tacho, seilá!). Depois lembrei-me que já tinha lido comentários marcados com o nome homónimo da homónima e, por consideração, não me manifestei. Agora, e porque parva não sou e também hoje continuo muito desbocada, apetece-me dizer coisas feias. Mas, vá lá, fico por aqui:|

Já agora, que pena os meus pais terem mudado de "ideiazinha" quando me baptizaram, é que eu estava para me chamar Maria João... Que pena, era mais arejado...

Cumprimentozinhos

M.J.

Maria José disse...

Aliás, voltei atrás! Realmente, se a escola pública se faz representar assim, que mal representada a escola pública está!
Para além disso, saúde, vamos tendo aquela que o diabo nos dá.
Há pessoas que de tão espertas se chegam a tornar burras que nem uma porta. Essas são os chamados "Chicos Espertos". Mas é assim, num país em que a iliteracia vai, pouco a pouco, substituindo o analfabetismo...