20080609

Solidariedade com os Camionistas - post em actualização

...
Imagem: Prtsc JN com acrescentos de 'moi' (nome dos jornalistas)

Governo em alerta com protesto dos camionistas (Nelson Morais e David Dinis - 09 Junho 2008)

Paralisação dos camiões das transportadoras: Sindicato apela aos motoristas que denunciem as empresas (08-06-2008)
Transportadoras não esperam pela ANTRAM: Reunião decidiu paralisação nacional de camiões a partir de segunda-feira (07-06-2008 19:21)


POR FAVOR, NÃO FAÇAM COMO OS PESCADORES E MUITO MENOS COMO OS PROFESSORES! PORTUGAL PRECISA DE VOCÊS.

6 comentários:

Baptista disse...

copiado do Le Monde de hoje:

[...]
Au Portugal, les transporteurs routiers ont pris le relais des pêcheurs et armateurs, qui ont obtenu la semaine dernière des subsides du gouverment. Quelque 350 camions ont mené une opération escargot vendredi soir qui a paralysé plusieurs heures les accès à la deuxième ville du pays, Porto. Samedi, environ 500 routiers, au volant de leurs camions, ont organisé une manifestation "festive", klaxonnant sans interruption sur les 25 km séparant Ponte de Lima et Viana do Castelo, afin "que ceux qui commandent dans le pays ne s'endorment pas". Au même moment, plusieurs centaines d'entrepreneurs routiers, ont décidé d'une grève illimitée à compter de lundi, réclamant notamment un "gazole professionnel" avec des taxes abaissées, ainsi qu'une diminution des tarifs des péages. La Fédération des syndicats des chauffeurs routiers (Fectrans), qui revendique 25 000 adhérents, s'est élevée contre cette "prise en otage" des chauffeurs par le patronat.

http://www.lemonde.fr/europe/article/2008/06/09/flambee-du-gazole-le-mouvement-de-grogne-se-durcit-en-espagne-et-au-portugal_1055498_3214.html#ens_id=1045712

quink644 disse...

Mais uma pequena reflexão...

http://porquemedizem.blogspot.com/2008/06/gasleo-profissional.html#links

Baptista disse...

Imaginação ao poder???

Os camionistas «são donos» do seu instrumento de trabalho...
os empregados dos mesmos (quando os há) têm um poderoso instrumento para fazer parar o negócio: greve.
No sector dos transportes, a greve é uma perda seca para o patronato.

Sejamos realistas, exijamos [o impossível???] um 'estado de espírito' adulto aos educadores!

Solid.
MB (manuelbap@yahoo.com)

Anónimo disse...

Eu não sou camionista sou designer gráfica, cidadã portuguesa que paga os seus impostos no final de cada mês, este mês não consegui pagar a prestação da minha casa, pois a maior fatia do orçamento familiar vai para os combustívéis, e cá em casa ja se anda a passar fomeca. Por tudo isso que não é pouco, estou solidária convosco. Dou ideia para colocarem uma bandeira de portugal em cada camião, porque este é que é o verdadeiro jogo que temos que ganhar, quem se reune para jogos da selecção deve agora gritar bem alto
as faltas que nos sufocam, e nos vão tornando cada vez mais pobres.
Força camionistas, Força Portugal!
Lutemos por um futuro digno, até ao fim das consequências, nem que tenhamos que parar todos! Faça-mos um novo 25 de Abril, que o outro já são só memórias!

E. G.

Moriae disse...

e.G.

solidária consigo ... 'raios partam' esta peste negra social ...

Obrigada pelo seu depoimento. Espero que seja lido por muitas pessoas porque é um exemplo enorme de consciência, força e solidariedade. Pelas gerações futuras, caso na nossa não se consiga mudar este ataque às pessoas.

Poderei publicar em post? Se não concordar, é só dizer, ok?

Muita força! E parte-me o coração saber de tanto sofrimento.

bjo,
Moriae

Luta Social disse...

Os camionistas dão um excelente exemplo de acção directa.

O probema é nós todos (Moriae e E.G. compreendem-me!) termos a coragem de enfrentar o poder instituído. A partir da nossa «cabina de camião», como podemos obrigar o poder a largar mão e ceder às nossas justas reivindicações?
Para já, auto-organizemos sindicatos de ramo de indústria, todos os que são trabalhadores/as do mesmo ramo estarão no mesmo sindicato!
Contactem os «Trabalhadores Industriais do Mundo» / «IWW», eles sabem por experiência própria, como se organizam sindicatos!

Fora com os 'amarelos'
viva a greve geral!
O povo já não aguenta mais!
Chegou a vez dos «senhores do poder» e seus «capangas» pagarem !!

http://www.iww.org/pt

Os Trabalhadores Industriais do Mundo (em inglês: Industrial Workers of the World ) é um sindicato internacional que tem a sua sede presente em Cincinnati, Ohio, nos EUA. Hoje está a organizar-se activamente e conta muitos membros no mundo. Para se ser membro de IWW não exige que se trabalhe num dado posto de trabalho, nem exclui ser-se membro de outro sindicato. Os membros da IWW defendem que todos os trabalhadores deveriam estar organizados num único sindicato enquanto classe e que o sistema económico baseado no trabalho assalariado deveria ser abolido. São conhecidos pelo facto de defender um modelo de democracia sindical baseada na assembleia de local de trabalho onde os trabalhadores elegem delegados com mandato revogável e são implementadas outras normas da democracia directa ou de base (autogerida).