20081031

Sobre o comunicado conjunto FENPROF/APEDE/MUP/PROmova e umas notas

OK ... Grande exercício ... Falaram, falaram mas ... Tá bem tá ... É bonito sim senhor ...

"A Federação Nacional dos Professores, FENPROF, representada por alguns elementos do seu Secretariado Nacional, e 3 Movimentos de Professores (APEDE, MUP e Promova), representados por alguns professores mandatados para o efeito, reuniram na noite do dia 29 de Outubro de 2008, em Lisboa, com o objectivo de trocarem impressões sobre a situação que se vive hoje nas escolas portuguesas, as movimentações de professores que resultam da necessidade de enfrentar a ofensiva sobre a escola pública (e os professores em concreto) que este Governo continua a desenvolver e, concretamente - conforme constava da iniciativa que estes 3 Movimentos tomaram ao solicitar este encontro à FENPROF - , serem explicitados os motivos que levaram à convocatória de uma iniciativa pública de professores marcada para o próximo dia 15 de Novembro.

Por último, os representes das estruturas, assim reunidos, reafirmam a sua intenção de tudo fazerem no sentido da convergência das lutas, para incrementar e reforçar a unidade entre todos os professores e em defesa da Escola Pública.

Lisboa, 30 de Outubro de 2008

FENPROF, APEDE, MUP, PROmova"

Fonte: Site da FENPROF

*****

Nota:

Os sindicatos recusaram-se a remover a assinatura do entendimento e os movimentos recusaram-se a compactuar ... fizeram bem e agora é preciso não desanimar!

"(...) O que decorre da exigência de suspensão da avaliação docente, bem como da revogação do ECD e do fim do trabalho precário, não é a retirada da assinatura no “Memorando de entendimento” com o ME, verdadeiro balde de água fria na mobilização dos 100 mil docentes, em Março passado?

E, afirmam:

A retirada desta assinatura, por parte das organizações sindicais, significará para todos os docentes a quebra de todo e qualquer compromisso de entendimento com a equipa do ME, dando assim um poderoso sinal de confiança a todos quantos apostam na realização da unidade com as nossas organizações sindicais, na base das reivindicações do conjunto dos docentes." Moção aprovada por unanimidade na reunião de 28/Nov/2008

6 comentários:

Anónimo disse...

E o plano de acção ?

Moriae disse...

Ao que parece, está tudo na mesma mas com estes floreados. Os sindicatos a 8 e nós a 15.

Não se deve esperar mais nem delegar em ninguém. Uma manifestação livre, de professores. Um encontro em Lisboa.

Este comunicado é um exercício político arrepiante ... não me venham cá dizer que é um óptimo sinal de entreajuda e convergência. Significa que está tudo na mesma e que a plataforma saiu airosa. Os movimentos não perdem - penso eu - e as pessoas andam desde dia 29 sem saber o que fazer pelo que é natural que se sintam desanimadas e com vontade de delegar ...

Não desistam colegas, vamos a LX dia 15 porque ... o memorando dos sindicatos com o governo mantém-se, o ECD também assim como a legislação posterior.

Moriae disse...

Os sindicatos recusaram-se a remover a assinatura do entendimento e os movimentos recusaram-se a compactuar ... fizeram bem e agora é preciso não desanimar!

"(...) O que decorre da exigência de suspensão da avaliação docente, bem como da revogação do ECD e do fim do trabalho precário, não é a retirada da assinatura no “Memorando de entendimento” com o ME, verdadeiro balde de água fria na mobilização dos 100 mil docentes, em Março passado?

E, afirmam:

A retirada desta assinatura, por parte das organizações sindicais, significará para todos os docentes a quebra de todo e qualquer compromisso de entendimento com a equipa do ME, dando assim um poderoso sinal de confiança a todos quantos apostam na realização da unidade com as nossas organizações sindicais, na base das reivindicações do conjunto dos docentes." Moção aprovada por unanimidade na reunião de 28/Nov/2008

Anónimo disse...

Agora já ficou completamente claro o objectivo da Plataforma Sindical em marcar a manifestação para o dia 8. A todos os activistas sindicais fica apenas um só conselho: venham dar aulas para as escolas.

DIA 15 TODOS A LISBOA: Uma escola, um autocarro.

Anónimo disse...

Há um erro (ao passar o título):
«Moção aprovada por unanimidade na reunião de 28/Nov/2008»
Foi a 28 de Outubro evidentemente...

Proponho: mobilização autónoma, apelo à auto-organização nas escolas, recolha de assinaturas em abaixo-assinado para lutar efectivamente contra o ECD do ME

Manuel Baptista

Anónimo disse...

Viva o dia 8.