20081106

E SE ELE CAI MESMO DO CÉU?

Imagem daqui

Pela primeira vez, o Governo assume que terá de assumir encargos no programa e-escolinhas, uma vez que o contrato assinado com as operadores fornecedoras de acesso à Internet poderá ser insuficiente para garantir o financiamento dos computadores «Magalhães».
Em entrevista à revista «Visão», o ministro Mário Lino assumiu o que há muito se suspeitava, mas que ninguém quis admitir: «O Estado pagará a diferença».
A frase surge depois de o primeiro-ministro ter afirmado repetidamente que os operadores móveis é que pagavam o programa. «É assim no e-escolas, porque o dinheiro das ligações de Internet, obrigatórias, paga o computador. O e-escolinhas é diferente. Todas as crianças vão ter computador, queiram ou não ligação. Se o dinheiro dos operadores for insuficiente, o Estado terá de colmatar a parte que falhar», disse o titular da pasta das Obras Públicas, Transportes e Comunicações.
Este dinheiro «sairá do Orçamento do Estado» e Mário Lino assegura que «nada correu mal» com este programa. «A nossa convicção é a de que as ligações de Internet vão cobrir os custos. Se em 500 mil, cerca de 200 mil quiserem ligação, o programa foi financiado. Mas como o Governo decidiu que todas as crianças terão um computador, então, se esse financiamento for insuficiente, o Estado paga», frisou.
De resto, o ministro justifica a constante promoção como uma necessidade de conseguir garantir exportações: «É um computador feito em Portugal, com um nome português. Isso tem um simbolismo muito grande».
Notícia IOL
COMENTÁRIO: De repente, parece haver dinheiro para pagar tudo... As falcatruas dos bancos, as indemnizações pelas falcatruas, os caprichos governamentais...
Não seria melhor pagar a paparoca que cada vez mais vai faltando em tanta e tanta casa?
As crianças precisam de comida, os "magalhães" não puxam carroça...

3 comentários:

Safira disse...

Cai! Cai!

Ele sai é do bolso dos contribuintes. Este governo é uma vergonha. Olha devia haver um golpe de estado que os derrubasse.

Cambada de gatunos!!

Safira disse...

Ora aqui vai uma cantiga que eu acho que vem a propósito para o dia 15, vejam lá se gostam!

Objectivos individuais

1) Esta senhora ministra
É caso sem solução
Inventou uma charada
A que chama avaliação

2) Oiça senhora ministra
Já que faz tanta questão
Vamos lá avaliar
os ministros da nação

Refrão
Aqui que ninguém nos ouve
só p'ra gente
os ministros
vão ter insuficiente (BIS)

3) Começamos p'la saúde
Que com esta não se brinca
Uma operação à vista
Quantos meses leva ainda

4) Passemos para a justiça
Onde o futuro é passado
Lá para 2050 (o processo casapia)
'Inda estará em julgado

Refrão
Aqui que ninguém nos ouve
só p'ra gente
os ministros
vão ter insuficiente (BIS)

5) Ó senhor Primeiro Ministro
Já pensou no problema?
Traçou vários objectivos
que ficaram por cumprir

que nota vai receber
quando a avaliação surgir?
que nota vai receber
quando a avaliação surgir?

Refrão
Aqui que ninguém nos ouve
só p'ra gente
os ministros
vão ter insuficiente (BIS)

Letra: Fernando Paulino
Música: "Uma casa Portuguesa"

Margarida disse...

:)