20081116

POLÍCIA NÃO SABE CONTAR, IÔÔÔ!!!!

"A manifestação de professores realizada hoje em Lisboa terminou às 17h30, três horas depois de ter começado, estimando a polícia que tenham estado no protesto cerca de 7 mil professores, enquanto os organizadores falam em mais de 20 mil.
Ilídio Martins, do movimento independente Mobilização e Unidade dos Professores (MUP), num discurso improvisado junto às escadas do Parlamento, anunciou aos professores presentes que no próximo dia 6 de Dezembro vai haver "um encontro nacional de escolas em luta, em local e hora a marcar".
O protesto de hoje foi convocado por movimentos de professores independentes para contestar o processo de avaliação de desempenho dos professores.
No final da manifestação, os representantes dos professores foram recebidos na Assembleia da República pelos grupos parlamentares do CDS/PP e do Bloco de Esquerda."
Uma notícia Expresso Online, cujo título surpreendente é:
"Manifestação de professores terminou sem incidentes"

E PORQUE RAIO PODERIA HAVER INCIDENTES?
OS PROFESSORES SÃO ORDEIROS, NÃO ARRUACEIROS!!!!


3 comentários:

Almoro disse...

A PSP estava proibida de divulgar números devido à crispação nos intestinos governamentais. Mas podiam mentir. E repetir. Repetir por toda a comunicação social até parecer verdade.

http://venenoemel.blogspot.com/2008/11/o-chefe-diz-que-so-7000.html

Laurentina disse...

São ordens da CORJA...não podem dar numeros.
Vamos mas é para a greve nacional, por departamentos e por distritos jáaaaaaaaa, que eles acabam por cair como moscas gaita

Margarida disse...

Penso que as fotos serão esclarecedoras ... A manif do 5 de Outubro de 2006, com 25 mil e esta (com 8 mil???? Que tontice ...), em locais semelhantes ... vamos comparar. Algumas já as tenho. Um dia ou dois e dará para comparar a olhómetro mas tb por metro quadrado.