20070907

As cores da ministra

Não sei se deram por isso mas a revista Visão de hoje na sua rúbrica

"mais & menos
QUEM GANHOU COR E QUEM A PERDEU ESTA SEMANA"

(pág. 22)

pintou a ministra desta forma:

"Maria de Lurdes Rodrigues inicia mais um ano lectivo sem problemas e com uma grande «fezada» (sic!) no incremento dos cursos de via profissionalizante."


Das duas três:

-- ou os responsáveis por esta rúbrica são uns grandessíssimos troca-tintas pois os professores com quem tenho falado nunca viram o futuro da Educação tão negro nem se lembram de uma ministra tão cinzenta e passam as noites em branco a ver se encontram uma saída para as medidas absurdas que continuam a ser tomadas;


-- ou os jornalistas são já obrigados a escrever em código, querendo «fezada» referir-se a "fezes" e podendo-se assim ler nas entrelinhas que muita merda continua a ser feita no Ensino;


-- ou este tipo de jornalismo aligeirado feito à maneira da Caras (quem está in; quem está out) não tem outro fim senão vender gato por lebre: é que me conste o ano lectivo ainda não começou e para muitos professores que ficaram no desemprego os problemas já começaram e não devem ser poucos; além disso este louvor aos "cursos de via profissionalizante" resulta completamente gratuito pois não há jornalista que nos mostre que a realidade é que não têm outro objectivo que o de gerar rapidamente uma massa de gente ignorante que facilmente servirá de carne para canhão a um sistema que se alimenta de empregos precários e mal remunerados que só convêm a quem procura mão de obra barata e desqualificada.

3 comentários:

Moriae disse...

É vergonhoso! São raros os jornalistas decentes, informados, com ética e coragem no que diz respeito à educação. Sabes o nome desse/a jornalista que escreveu essa maravilha? Acho que me apetece fazer uma lista negra aqui no sítio ...

tou disse...

... os jornalistas que "normalmente" analisam estas questões deveriam ser contactados por e-mail, imediatamente a seguir à edição dos seus fabulosos escritos por todos/as aqueles/as que estão dentro das matérias. Bem como será de apoiar aqueles, poucos é certo, que de algum modo e raramente escrevem as coisas preto no branco.

O post da kaotica deveria chegar à caixa de correio dos jornalistas da "praça".

Kaotica disse...

Moriae

A figura assina laconicamente "F.L."; deve ser daqueles(as) jornalistas que
desvalorizam as pessoas que escrevem nos blogs usando nicknames!