20080128

Apesar de não ser filiada em partido algum, sou solidária com a Carmelinda! E com o Garcia Pereira e mais alguns! Tirem-me os 'extremas' da lista p.f.


28 de Janeiro de 2008 00:39

Convite para reunião

Em pouco mais de um mês, cerca de 1500 cidadãos deram o seu nome em apoio solidário à manutenção do POUS como partido.

São 1500 cidadãos que tomaram a decisão de reforçar o POUS, no mesmo combate político para exigir a revogação de uma lei iníqua, que atenta contra os partidos políticos e contra o direito de cada cidadão considerar do foro pessoal a sua ligação partidária.

Ao longo destas semanas – e de par com esta campanha política – o POUS participou numa batalha jurídica, com os outros partidos políticos que não estão representados na Assembleia da República, cujas consequências nos deixam prever a possibilidade de alteração da lei, por parte dos grupos parlamentares do PS e do PSD, de modo a que não possa ser executado o processo de extinção dos partidos políticos com menos de 5000 filiados.

No entanto, estas expectativas – apesar de positivas – não nos podem deixar descansados… Todos temos consciência que o que está em curso é um processo generalizado de subversão e destruição das conquistas da revolução de Abril, de destruição da própria nação portuguesa.

Para fazermos uma discussão sobre a situação que estamos a viver e sobre a maneira de podermos contribuir para que seja modificado o curso dos acontecimentos, o POUS irá organizar duas reuniões, para ter em conta as disponibilidades de horários e/ou o local de residência.

Assim, convidamo-la(o) a participar numa dessas reuniões, que contarão com a presença de Andreu Camps, dirigente da IVª Internacional (de que o POUS constitui a secção portuguesa).

Reunião em Lisboa, na próxima 2ª feira, 28 de Janeiro, pelas 18 h 30 m, na sede do POUS, situada na Rua de Santo António da Glória, nº 52 B, cave C (ver esquema em anexo)

Reunião em Algés, na próxima 3ª feira, 29 de Janeiro, pelas 21 horas, numa sala da Liga dos Melhoramentos e Recreios de Algés, situada na Rua Ernesto da Silva, 95, r/c (rua que liga o Mercado de Algés com a Av. da República, cruzando a Av. Dos Combatentes da Grande Guerra, ficando o nº 95 cerca de 100 m a seguir a este cruzamento).

Pel'O secretariado do POUS

Carmelinda Pereira

3 comentários:

migvic disse...

Que nojo.

O POUS, não é aquela coisa que saí das borbulhas e das feridas?

Moriae disse...

Já que tem um blog só para si, porque é que não deixa por lá as parvoices?

space_aye disse...

Qual é o interesse de extinguir os pequenos partidos?
Só se for... o mesmo que o interesse de expulsar o Charrua da DREN só porque disse uma piada sobre o Sócrates!
Ou seja nenhuma, apenas controle absoluto do poder nas mãos dos monopolistas politicos, PS e PSD.

Haja ao menos partidos de esquerda como o POUS que embora seja muito pequeno não desiste de lutar pelo país.