20080313

“armazéns de crianças” vs “11h sempre a aprender”



Recomendo vivamente a leitura de A Felicidade fora do alcance das Crianças do qual cito o último parágrafo (que não dispensa, no meu entender, o texto anterior)

Imagem daqui
"Num momento em que se proclamam as virtudes da “escola a tempo inteiro”, que obriga à permanência das crianças em full-time dentro do espaço-escola, deveríamos reflectir sobre as consequências desta decisão para a qualidade de vida dos mais jovens e, se esta conversão das escolas em “armazéns de crianças” onde o “conhecimento” é o pretexto para as manter fechadas cinco dias por semana, se traduzirá numa mais-valia para o seu futuro enquanto cidadãos e enquanto pessoas." (
O Milagre Finlandês, estou certa de que não se arrependerão!

7 comentários:

Anónimo disse...

Então, então!... Dá tanto jeito aos pais e poderá dar tanto votos!...
Qualidade? Isso agora não interessa nada!
Sei do que falo e por isso digo que quase a totalidade das escolas não oferecem condições para a permanência das crianças desde manhã até à noite. Numa altura em que pelo menos se devia estar a criar condições para o melhor funcionamento das escolas, que em muitos casos funcionavam com a ajuda da boa vontade de professores, funcionários e alguns encarregados de educação, ainda se colocam mais entraves ao bom funcionamento da escola!...
Infelizmente, existem pais que agradecem e que até gostavam do tempo mais alargado!
Que adultos estamos a "fabricar"?
Não sei, mas tenho muito medo do amanhã.

samuel disse...

Infelizmente os "génios" que a partir da 5 de Outubro têm arruinado o ensino em Portugal, são muitas vezes apoiados por pais sem grande vocação para o ser ou também os que não têm mesmo outra alternativa, que assim e quase à borla arrumam os filhos à guarda das escolas transformadas em armazéns.

Moriae disse...

Receio que o amanhã seja muito mau. Já repararam na onda de violência que se começa a fazer notar? É reflexo da crise social que passamos. E estes miúdos que agora têm 10 anos, habituados a um facilitismo tremendo na escola e em casa, em breve vão ter necessidade de encontrar outro tipo de divertimentos 'que a falta de cultura e valores não supriu'.
E as polícias de choque agirão e viveremos num estado de terror. Câmaras de vigilância, trabalhadores mal-tratados, explorados, terrenos abandonados, miséria, doenças, vírus, ... e uma elite viverá melhor do que nunca. andará em carros com janelas fumadas blindadas. Encontrar-se-á em locais determinados neste planeta. Tal e qual como muitos já imaginaram.
Esta gente é criminosa ou no mínimo conivente com o crime de dar cabo da maioria das pessoas.
Pronto ... desculpem o delírio. Soube-me a desabafo.

hkt disse...

Queria agradecer a simpática referência ao HEKATE e aos meus textos.
Como mãe, professora e cidadã penso que teremos de reflectir mais sobre as implicações das propostas que têm vindo a ser feitas nesta área. O enfoque que tem sido feito para a "avaliação dos professores" é muitíssimo conveniente para o ME. Há que "globalizar" esse debate.

Moriae disse...

hkt,

eu é que agradeço a visita :)
Descobri o seu blogue hoje, através de uma colega. Gostei imenso de ler! Parabéns :)

Curiosamente, a expressão 'globalizar' não me soou mal neste momento pelo que concordo plenamente consigo.

Abraço,
M.

Moriae disse...

Esqueci-me de dizer:

'mãos à obra!'

:)

Moriae disse...

Assalto a escola no Areeiro, Lisboa É a segunda vez numa semana que a EB 2,3 Luís de Camões é assaltada

http://videos.sapo.pt/OK2YywRVi0RpilFel6Yf


Et voilá ...