20080324

Há que pensar em outro tipo de medidas ... Para já, calma!

Tribunal rejeita 2.ª providência cautelar na avaliação de professores

Confrontado com a decisão hoje divulgada, o secretário-geral da federação, Mário Nogueira, salientou que "ainda há três providências cautelares por decidir" - uma em Lisboa, uma no Porto e outra em Beja -, razão pela qual "nada se altera", já que os actos que decorriam dos despachos em causa "mantêm-se suspensos" enquanto houver uma providência cautelar por julgar.

7 comentários:

Fernando disse...

Qdo forem todas rejeitadas o que fazemos? Não seria melhor começarem a pensar nisso?

Moriae disse...

Espero que isso não aconteça mas o prognóstico é péssimo. De qualquer modo, acho que há que pensar a sério no que fazer.
Eu proponho que os Conselhos Executivos se demitam. O que acham?

Peixoto disse...

Esta é uma luta difícil de ser ganha. As greves têm mais inconvenientes do que vantagens. A luta nos tribunais é morosa. Uma nova manifestação pode não ter a mesma adesão que a anterior.
Comprometer o PSD para alterações poderia ser uma solução, pois do actual governo não se esperam grandes mudanças de rumo!!!

Moriae disse...

Sim ... e já começou a campanha de distracção do povo com not´cias sobre Dengue, tuberculose, casamentos e fisco, ... Presidente em Moçambique ...
Parece-me que a oposição anda a par com as nossas grandes movimentações. Se formos notícia, eles pegam nisso. Espero não estar a ser dura pois sei que há quem faça trabalho de fundo.

Peixoto, uma manif daquelas sai cara. duvido que a FENPROF possa promover outra assim. E repetir não seria solução para nada.

Parar escolas, estrategicamente. É possível. Os alunos, já se sabe que não ficam prejudicados porque passam todos e se os exames não derem boas médias, há outras e novas oportunidades. Cursos pseudo superiores vendem-se e basta um canudo daqueles que dá o 12º em alguns meses ...

Para mim, a crise ainda não rebentou. A deles, claro.

Anónimo disse...

São os professores que têm de tomar posição... a questão transcende já os sindicatos.

Moriae disse...

Não os transcenderá. Não me parece ... O modus operandis dos sindicatos é que ...

Anónimo disse...

Caros colegas: a calma sempre foi boa conselheira...ou quase sempre.

Não estando totalmente de acordo com os que dizem que temos na mão uma oportunidade ÚNICA, acho porém que temos que saber geri-la com muita inteligência.

Algumas sugestões muito pontuais:
- ir sempre atrasando o processo de avaliação... estou num CP e isso é fácil de fazer se dominarmos bem a legislação e oCPA;

- ganhar a esmagadora maioria dos professores para esta causa, não recorrendo a radicalismos que afastem os colegas mais moderados;

- promover muitas posições de Departamento e fazer reuniões gerais para discutir a avaliação, sendo sempre inteligente nas decisões;

- promover encontros regionais de professores aos sábados para manter viva a "chama" ;

- pressionar sempre o ME e a sinistra, em todas as oportunidades;

- começar a dirigir os ataques para os 2 sinistrozecos que são o elo mais fraco... perdeu-se já uma boa oportunidade quando um deles atacou a ana benavente, sendo o ministro o Santos Silva;

- ganhar alguma opinião pública para a nossa causa, pois de ínicio eram 99,9% contra nós...agora talvez 80 % ;

- pressionar os colegas avaliadores ( sou um deles....) e explicar que vamos todos sair mal nesta foto...mas eles muito mais.

António