20080403

'Avaliar a fingir?' por António Mendes

«"Todos sabemos que não há qualidade sem avaliação, mas nem todos percebemos como é difícil controlar interesses e critérios nem que tempo é preciso para definir objectivos, para desenvolver e testar meios de avaliação rigorosos.

Os professores e educadores são avaliadores experimentados, sensíveis às características de uma avaliação séria tempo, instrumentos seguros, avaliadores qualificados, imparcialidade.

Ora, essa experiência diz-lhes que a avaliação proposta pelo Ministério da Educação não oferece nenhuma destas garantias e que, portanto, deveria ser suspensa e substituída.(...)» [António Mendes, JN]
Texto muito simples, directo, claro, ... que descobri noCantinho da Educação (

2 comentários:

Anónimo disse...

O autor do texto não é karadas é António Mendes, que é professor, e foi publicado no Jornal de Notícias em 2 de Abril. verifique aqui:
http://jn.sapo.pt/2008/04/02/opiniao/avaliar_a_fingir.html

Moriae disse...

Pronto. Tento ter o máximo de cuidado e respeito mas naquele caso, não sabia ...
É um texto excelente :)
Obrigada pelo reparo!