20080414

Há malta a esticar-se ...

Exemplos:
  • "No entender deste professor, que lidera um movimento subscrito por mais de mil docentes, o modelo de avaliação em causa «está inquinado desde o começo e é de natureza gravosa». «Nós defendemos um modelo de avaliação sério e rigoroso e do acordo alcançado no sábado não percebemos onde é que estão as cedências, porque a plataforma sindical queria uma suspensão da avaliação e não o conseguiu», sublinhou Octávio Gonçalves." (Portugal Diário)
Nota: não conheço a pessoa, não sei se a notícia é 100% fidedigna e estou a dar opinião.
  • ... actualizado às 11:29 de dia 14.
    "A notícia continua citando o Mário Machaqueiro da APEDE e Vitorino Guerra do Movimento Em Defesa da Escola Pública que criticam a Plataforma Sindical pelo entendimento a que chegaram com o ME." (Paulo Guinote)

  • ...

4 comentários:

Anónimo disse...

A esticar-se e muito! MLR ficará toda satisfeita quando souber que há quem tente dividir, quando a hora é de juntar forças e vontades e ultrapassar as diferenças que todos sabemos que são muitas. Mas há quem esteja já a lançar as sementes de mais um sindicato...

JL

Moriae disse...

Não alinho nisso ... má onda ...

Moriae disse...

Uma coisa é não concordar e não querer. Outra é ser oportunista ...

Anónimo disse...

Concordo com os colegas... há malta a esticar-se e a preparar-se para criar mais um sindicato. Os professores não precisam de mais divisão. Que propostas já apresentaram esses movimentos? Criticam a plataforma mas não apresentam propostas sérias e credíveis. Abaixo os que pretendem dividir mais uma vez os professores.